Aliel Machado

Aliel participa de Seminário sobre a Previdência em Guarapuava

12.maio

O deputado federal Aliel Machado (Rede) participou na última quinta-feira (11), no auditório da Unicentro em Guarapuava, do Seminário sobre a Reforma da Previdência, promovido pelo sindicato dos bancários. O debate contou ainda com a participação do presidente do sindicato, Sandro Zanona, do assessor técnico de Previdência da Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae),Paulo Borges, além dos deputados Professor Lemos e Enio Verri.

Durante sua fala, Aliel apontou os principais pontos que devem atingir a população que mais precisa caso esta proposta seja aprovada.  “Esta reforma é a pior proposta encaminhada para o Congresso nas últimas décadas. Assim como a Reforma Trabalhista e a PEC que congela investimentos em Saúde e Educação para os próximos 20 anos – a qual eu votei contra -, ela faz parte de um pacote de maldades enviados pelo Governo Temer para beneficiar o mercado financeiro e prejudicar principalmente as pessoas que mais precisam”, disse ele.

Tanto Aliel quanto os outros participantes do Seminário apresentaram dados que confrontam as informações do Governo de que a reforma é necessária. O assessor técnico da Fenae, Paulo Borges, argumentou que a maneira que ela está sendo proposta se equipara ao modelo previdenciário europeu. No entanto, frisou ele, na Europa a expectativa de vida é mais alta que aqui e a realidade social é bem diferente. Em várias regiões do Brasil a expectativa de vida fica abaixo do que está sendo exigido para se aposentar com esta reforma.

Os palestrantes ainda ressaltaram que a Previdência Social faz parte da Seguridade Social, que contempla Assistência Social, Saúde e Previdência Social e que, desta maneira, há impostos como o PIS/Cofins que arrecadam recursos para mantê-la. No entanto, o Governo distorce esses dados e esconde da população o fato de ele próprio tirar dinheiro da Seguridade Social através da Desvinculação de Receitas da União (DRU). Segundo o presidente do sindicato dos bancários, “o Governo Temer gasta dinheiro público em propaganda para convencer o trabalhador de que esta reforma é boa, para lá na frente prejudicar o próprio trabalhador”, disse Zanona.

Para o deputado Aliel, debates como este que ocorreu na Unicentro são fundamentais para esclarecer a população. Esta já é o 25º município visitado pelo parlamentar para discutir o tema. “As pessoas tomaram consciência de que o caminho que está sendo seguido não vai tirar o Brasil dessa recessão profunda, vai apenas retirar direitos dos mais pobres e essa percepção tem enriquecido o debate”, finalizou.