Aliel Machado

Alessandro Molon e Aliel Machado assinaram ficha de filiação ao PSB, nesta terça-feira, em Brasília

27.fev

Os deputados federais Alessandro Molon (RJ) e Aliel Machado (PR) assinaram nesta terça-feira (27) ficha de filiação ao PSB, em ato que reuniu governadores, parlamentares e representantes de segmentos sociais, na sede nacional do partido, em Brasília.

Em sua saudação, o presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse que os dois parlamentares têm trajetórias admiráveis no Parlamento, que representam uma necessária renovação da política, e que chegam ao partido no momento do “reencontro do PSB com a sua identidade e história”.

“Nesses 70 anos do partido, recebemos dois grandes presentes que nos animam a sonhar juntos com dias diferentes e melhores para o nosso país”, afirmou, referindo-se aos dois novos filiados.

Siqueira fez questão de lembrar líderes históricos que conduziram o partido na defesa dos interesses nacionais e populares. “O PSB só tem um caminho, que vem desde a trajetória de nossos antecessores. Ninguém tem o direito de desvirtuar essa trajetória, que tem objetivos claros”, afirmou, citando João Mangabeira, Jamil Haddad, Miguel Arraes, Roberto Amaral e Eduardo Campos.

Ele lembrou a luta de Arraes contra as forças conservadoras. “Eu tive um grande professor nesse partido, que foi Miguel Arraes de Alencar. Uma pessoa que em nenhum momento claudicou, mesmo no auge do liberalismo, sob o governo de Fernando Henrique Cardoso”, assinalou.

Siqueira criticou o governo de Michel Temer e reafirmou a oposição às suas propostas. “Por sorte, e por nossa resistência, a reforma da Previdência foi derrotada. A nossa digital está nela”, afirmou.

“O PSB tem cara, tem história e não abrirá mão dela, da sua identidade política e programática”, concluiu.

Os novos filiados tiveram suas fichas abonadas por Siqueira, pelos governadores e vice-presidentes do partido Ricardo Coutinho (PB), Rodrigo Rollemberg (DF) e Paulo Câmara (PE), além do presidente do PSB-RJ, deputado federal Hugo Leal,  e do deputado federal Luciano Ducci (PR).

Também estiveram presentes os líderes do PSB no Senado, Lídice da Mata (BA) e na Câmara, Júlio Delgado (MG), os senadores João Capiberibe (AP) e Elber Batalha (SE)representantes de partidos socialistas latino-americanos que vieram ao Brasil para participar do XIV Congresso Nacional do PSB.

Alessandro Molon agradeceu a acolhida, elogiou os movimentos sociais do PSB e os governos estaduais do partido.

O deputado destacou a “coragem” do PSB em resgatar a sua história e adotar posição “clara” diante das reformas trabalhista e previdenciária.

“Enfrentar o brutal problema das desigualdades sociais talvez seja o maior dos desafios dos partidos e o PSB demonstrou essa disposição, quando firmou posição clara e indubitável contra a reforma trabalhista e da Previdência. E, por isso, a nossa escolha. A nossa escolha não é fruto do acaso”, afirmou.

Em discurso emocionado, Aliel Machado ressaltou a sua trajetória de vida e política e declarou sua admiração pelo PSB, “um partido que luta e trabalha pelos mais necessitados”.  “É um sonho de vida que estou realizando hoje. Venho como soldado disposto a lutar pelas transformações que o nosso país precisa”, disse.

(Texto: Assessoria PSB)