Aliel Machado

Aliel pede a governadora que corrija os desmandos de Beto Richa

Em carta entregue à Governadora, Aliel destaca pontos importantes para a população paranaense

10.abr

Em reunião com a nova governadora do Paraná, Cida Borghetti, na tarde desta segunda-feira (9), o deputado federal Aliel Machado (PSB) aproveitou a ocasião para parabenizá-la por entrar para a história do Paraná como a primeira mulher a comandar o governo estadual. Além disso, o parlamentar enalteceu a nomeação da coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha para o comando-geral da Polícia Militar. “Os dois feitos servem como importante marco da luta feminina do Paraná e de todo o Brasil, que nesse momento em especial clama por mais respeito, representatividade e igualdade de direitos”, destacou.

Durante o encontro, que aconteceu no Palácio Iguaçu,  Aliel entregou uma carta à governadora pedindo uma gestão comprometida com todo o povo paranaense e de respeito com os servidores estaduais, em especial, com os professores que, na visão do deputado, foram muito mal tratados pelo governo Beto Richa. “Sempre fomos oposição ao governo Richa e denunciamos inclusive em Brasília os desmandos cometidos contra os professores e servidores públicos. Acredito que agora a governadora Cida, com a composição de um novo Governo, tem a oportunidade de corrigir esses equívocos que prejudicam a população paranaense”, destaca Aliel.

O documento entregue por Machado elenca sete pontos considerados como fundamentais pelo parlamentar para o desenvolvimento do Paraná.

Na Educação, Aliel pede a volta da incorporação integral do TIDE (Tempo Integral de Dedicação Exclusiva) na aposentadoria dos professores, além do respeito a data-base da categoria. O deputado pediu ainda a volta do respeito e um tratamento digno do governo com os servidores públicos estaduais, responsáveis pelo atendimento da população.

O deputado sugeriu que a governadora afaste qualquer intenção de privatização das empresas públicas, como a Copel, por estas serem patrimônio do povo paranaense. Por outro lado, Aliel defendeu que as empresas privadas tem sofrido com a alta carga tributária imposta pelo antecessor de Cida. Nesse sentido, o deputado pediu que a governadora contemple essa classe que é a uma das maiores responsáveis pela geração de emprego e renda no Estado.

Aliel recomendou também que o governo não aceite a renovação automática dos contratos mantidos com as empresas de pedágios. Segundo ele, o povo paranaense já pagou um custo alto demais com os erros cometidos em gestões irresponsáveis do passado.

O documento tratou ainda da área ambiental, dando especial atenção para a manutenção da Escarpa Devoniana. Na visão do parlamentar, a Escarpa é a garantia que o povo paranaense tem para manter a água com qualidade, além de preservar a natureza e a vida humana. Portanto, avalia, qualquer proposta de alteração precisa de um debate muito mais aprofundado.

No final do texto entregue para a governadora, o deputado do PSB solicitou que o governo permita e facilite qualquer investigação sobre denúncias e acusações contra integrantes do governo anterior, inclusive o próprio ex-governador Beto Richa, garantindo a todos os envolvidos o direito à ampla defesa e ao contraditório.

“Somente passando o Paraná a limpo é que teremos condições de olhar para o futuro com mais esperança e otimismo”, encerra Aliel.

 

Leia na íntegra a carta entregue pelo deputado federal Aliel Machado à governadora Cida Borghetti:

                                                                                                                                                                  Brasília, 09 de abril de 2018.

A Sua Excelência a Senhora

CIDA BORGHETTI

Governadora do Estado do Paraná

Palácio Iguaçu

Curitiba, Paraná

 

Excelentíssima Sra. Governadora,

Cumprimento-a cordialmente e quero parabeniza-la pelo momento histórico, e proporcionalmente desafiador, de ser a primeira mulher a ocupar o cargo de Governadora do Estado do Paraná. Creio também ser um ato digno de registro, a nomeação feita por V. Exa. da primeira mulher no comando-geral da Polícia Militar do Estado (PM-PR), a coronel Audilene Rosa de Paula Dias Rocha. Em um momento tão importante como este, em que as mulheres lutam por mais respeito, representatividade e igualdade de direitos, estes são símbolos que ficarão para sempre marcados na nossa história. Creio que a sensibilidade feminina, uma marca já reconhecida quando a Senhora ocupou a presidência da Comissão Especial da primeira infância, entre outras ações, será um marco do seu mandato.

Aproveito esta carta para desejar sorte a Senhora no comando do nosso Estado do Paraná, que possui uma riqueza enorme, mas ainda é muito desigual socialmente. Precisamos de uma Gestão comprometida com o desenvolvimento da nossa gente, que crie condições aos pequenos agricultores que produzem a comida que levamos à nossa mesa,  aos pequenos e micro-empresários que são grandes responsáveis pela geração de empregos, e em especial aos nossos professores, tão maltratados pelo Governo de seu antecessor, do qual a Senhora fazia parte como vice, mas que creio agora ter condições de corrigir injustiças que tenham sido cometidas com a composição da sua nova equipe.

Deixo aqui, não como deputado, mas como cidadão paranaense, meus humildes e sinceros apontamentos para um Governo mais humano e progressista, os quais faço votos de que possa implementar durante o seu mandato:

1) Na Educação sugiro que o Tempo Integral de Dedicação Exclusiva (Tide) volte a ser incorporado integralmente na aposentadoria dos professores, sob o risco de termos um reflexo negativo na qualidade da Educação do nosso Estado. Ainda com relação aos professores, peço para que seja respeitada a data-base da categoria.

2) Outro tema igualmente importante é a volta do RESPEITO para com os servidores públicos estaduais. São eles que atendem a nossa população e merecem ser tratados com mais dignidade.

3) Com relação as nossas empresas públicas, especialmente a Copel, peço que afaste qualquer possibilidade ou tentativa de privatização. As nossas empresas são patrimônio do povo paranaense e assim devem ser tratadas.

4) Sobre as empresas privadas, sabemos que elas vêm sofrendo com a alta carga tributária. O Governo Richa castigou ainda mais as empresas ao aumentar as alíquotas dos impostos. Os empresários, principalmente os micro e pequenos, são os responsáveis pela maior parte da geração de empregos no nosso Estado. E só iremos retomar o caminho do desenvolvimento quando intervirmos de forma positiva no setor.

5) Recomendo também que não se aceite de forma alguma a renovação automática dos contratos com as empresas de pedágios no Paraná. O povo paranaense carrega um custo elevado pelos erros do passado e agora não pode mais arcar com a irresponsabilidade gerada por governos anteriores.

6) Na área ambiental, peço especial atenção e cuidado com o interesse econômico de alguns setores em reduzir a Escarpa Devoniana. A Escarpa é a garantia que o povo paranaense tem para manter a nossa água com qualidade, além de preservar a natureza e a vida humana e qualquer proposta de alteração precisa de um debate mais aprofundado.

7) Sugiro também a V. Exma. que permita e facilite qualquer investigação sobre denúncias e acusações contra integrantes do Governo anterior, inclusive o próprio ex-governador, resguardando o direito à defesa e ao contraditório. Somente passando o Paraná a limpo teremos condições de olhar para o futuro com mais esperança e otimismo.

Por fim, desejo coragem e sucesso no comando do nosso querido Estado e aproveito para renovar os meus sinceros votos de estima e apreço.

Cordialmente.

                                                                            Aliel Machado

                                                               Deputado Federal (PSB-PR)