Aliel Machado

Obras da Nova Maternidade dos Campos Gerais avançam

Emenda de R$ 4 milhões foi indicada por Aliel Machado. Previsão de entrega é próximo ano.

09.set

O Ministério da Saúde efetuou mais uma parte do pagamento para a construção da Maternidade Pública dos Campos Gerais. A obra está sendo realizada através da indicação de uma emenda parlamentar individual, de R$ 4 milhões, do deputado federal Aliel Machado (PSB) e o pagamento é feito por etapas concluídas. Esta é a maior emenda individual destinada por um parlamentar ao município.

A previsão de entrega da maternidade é ano que vem. “Essa é a maior conquista do nosso mandato. Já destinamos cerca de R$ 20 milhões em recursos para a cidade, mas ficamos especialmente felizes em conseguir realizar uma conquista que irá atender a milhares de pessoas da região. Além disso é um direito delas ter um local adequado, junto a um hospital que já é referência em bom atendimento”, revelou Aliel.

A maternidade pública ficará ao lado do Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HURCG). Depois de pronto, o espaço vai contar com 10 quartos e 20 leitos, além de Pronto Atendimento e consultórios de obstetrícia. A maternidade terá ligação direta com as Unidades de Terapia Intensiva do Regional. Atualmente o HU conta com seis leitos de UTI neo, cinco de UTI pediátrica e dois intermediários.

Além do ganho significativo em estrutura para o atendimento, o deputado destaca também a integração entre o Hospital e os cursos da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), que administra o local através de uma Fundação. “Será mais um avanço importante para os acadêmicos do curso de Medicina, Enfermagem, entre outros que poderão passar a atender na Maternidade. É algo realmente gratificante e que tem tido todo o apoio e dedicação do nosso reitor Miguel Sanches Neto e do vice-reitor, Dr. Everson Krum”, disse ele.

A iniciativa de construção da nova Maternidade foi motivada pelos dados apresentados pela Comissão Especial de Investigação (CEI), na Câmara Municipal, que investigou aspectos do setor das maternidades e também a pedido do ex-prefeito Jocelito Canto. “Ao ver os dados apresentados pelo vereador Pietro Arnaud, fiquei muito sensibilizado com as condições que nossas mães eram expostas e resolvi lutar por uma mudança. Me reuni também com o ex-prefeito Jocelito e a direção do Hospital, que me apresentaram o projeto. Com essas informações me convenci de que era necessário fazer essa indicação para o bem das mães e bebês dos Campos Gerais”, afirmou Aliel.

Fotos: Assessoria de imprensa UEPG